Pastor Elcio Lourenço
Mensagens do Eterno para o seu coração
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


3 recados para um CORAÇÃO MAGOADO


Vamos falar sobre mágoas do coração, mas peço permissão para iniciar o tema contando uma história pessoal.



Há muitos anos, eu era um paulista recém-chegado à Brasília. Era professor de matemática e dono de um terreno onde fundei uma das primeiras escolas da Capital.


Na construção do prédio, foi necessário cortar uma árvore do local. E eu, como bom 'lenhador', reparei um machado bem afiado e desferi o primeiro golpe.


Na época não era ainda qualificado com engenheiro, mas mesmo que fosse isso não teria me ensinado os segredos de um machado, e o resultado foi um 'belo' corte no peito do pé, e mais vinte e sete pontos.


Durante minha convalescença tive de resolver umas questões e, como estava proibido do dirigir – e de cabeça dura que sou - resolvi ir andando. Isso me valeu um derrame de sangue sob a pele e a necessidade de abrir o corte e costurar tudo de novo.


O ferimento aqui descrito aconteceu no meu PÉ, mas a verdade é que, MUITAS VEZES, temos feridas imensas no CORAÇÃO, feitas por ferramentas cortantes, manejadas ora por nós mesmos, ora por terceiros.


A cicatriz do pé permanece até hoje, e uma lição ficou em minha mente.



Ela abrange TRÊS pontos principais, que podem ser TRANSFERIDOS de um ferimento físico para aquele que é feito em nosso CORAÇÃO e ALMA:


  1. Muitas vezes os machucados que sofremos em nossa alma, surgem pelo fato de termos decidido entrar na intimidade dos outros, sem saber como fazê-lo, tal qual eu e minha árvore.
  2. Se isso aconteceu, precisamos tomar ciência da falha pessoal e não culpar os outros, pois a árvore permaneceu no seu lugar, bela e frondosa até hoje e eu fiquei com a cicatriz.
  3. Incidir sobre mágoas passadas somente produz sangramento interior e, como ele não pode sair, sofreremos uma dor intensa até a sua remoção.


É bem provável que você já tenha sido magoado, ou ainda permaneça assim, e nada impede que isso venha a acontecer – de novo – no futuro.


Reduza os seus riscos avaliando muito bem a forma pela qual convive com aqueles que o cercam.


Se as coisas negativas já tomaram forma, reavalie tudo em função de você mesmo e não dos outros.


Mas, principalmente, evite lançar pesos no passado, voltando a pressionar seu coração magoado, pois ele irá sangrar, o sangue preso em seu interior coagulará, e as conseqüências, dessa vez, serão mais desagradáveis do que as do início.


Se tudo isso parece difícil (e concordo que é), existe um consolo na consciência de que Deus é aquele que nos ajuda sempre e, mais ainda, quando estamos magoados, contritos e tristes (Sal 51:17):


Porque assim diz o alto e o sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é santo: Num alto e santo lugar habito, e também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos. (Isaias 57:15).




Texto de autoria de Pastor Elcio Lourenço. Pastor desde 1968.


www.pastorelcio.com




Pastor Elcio
Enviado por Pastor Elcio em 21/07/2009
Alterado em 26/07/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Pastor Elcio Lourenço e o site www.pastorelcio.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários