Pastor Elcio Lourenço
Mensagens do Eterno para o seu coração
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos





Tem gente que há muito tempo não sabe o que é se sentir bem consigo mesmo.

Muitas pessoas passam anos sem aproveitar o gostinho de muitas coisas boas e - quem sabe - particularmente divertidas.

É assim que nunca se tem tempo pra sentar num fim de tarde numa varanda, ou ler um bom livro, ou apenas olhar o horizonte, deixando tudo mais ficar em câmera lenta...

Mas como ter paz de espírito para - no silêncio - a gente não se incomodar com a própria presença?

Quando o Eterno trata dos homens, ele não os compara a uma montanha sólida, ou um rio de forte corrente, ou um carvalho de tronco soberbo.

Nós, para Deus, somos como frágeis e gentis flores.

Felizmente, tal realidade não significa dizer que você seja insignificante, desprotegido ou destinado à destruição fácil.

Como a flor, sua beleza e perfume suave o tornam objeto da atenção divina e do cuidado de Deus.

Preserve em você os elementos agradáveis e belos da flor, evitando os espinhos da dúvida, do ódio e da mágoa. Eles só prejudicam, tiraram a paz, interferem no seu dia-a-dia, e complicam tudo ainda mais.

Sinta-se amado por Deus, e reserve aquele tempinho pra estar mais perto do Pai, seja no trabalho, seja no trânsito, ou quem sabe sentado naquele fim de tarde na varanda.

"Porque o homem são seus dias como a erva; como a flor do campo, assim floresce"     Salmos 103:15

Hoje leia: Gn 1:17-30; Sl 103:1-22

Trecho extraído do livro "Uma Janela Para O Eterno", de autoria de Pastor Elcio Lourenço. Pastor desde 1968.

www.pastorelcio.com







Pastor Elcio
Enviado por Pastor Elcio em 30/09/2009
Alterado em 30/09/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar: texto de autoria de Pastor Elcio Lourenço e o site www.pastorelcio.com).


Comentários